13.1.08

Privacidade (and happy birthday to you)

Hola, que tal? Então, época de férias são tempos duros para certa categoria de blogueiros que se divide entre dormir e passar o resto do dia trabalhando - os últimos dias (semanas) têm sido deveras duros para a moça aqui, que até então não entendia direitinho a velha e boa expressão jornalística "matar um leão por dia" (há, odeio). But, whatever. Sigamos, entonces.



Vamos então hablar sobre privacidade. Ou a falta dela. Ou o desrespeito a ela. Há alguns dias estávamos, me, marido, Charlotte, the brunette-barraco, and Nordestina girl bebericando alguns mojitos bem gelados quando a anfitriã, em sua nova casinha, lembrou-nos que seu mais novo colega de trabalho - o gringuinho simpático - estaria habitando o mesmo prédio que ela. Ok.

Surpresa foi o que veio dias depois. O hermano chegou para nossa querida nordestininha e, como quem não quer nada, questionou quem seriam as pessoas que dividiam o espaço do diminuto apartamento com ela, exatamente na noite dos mojitos.

"Era uma barulheira, uma mulherada falando e barulhos de latinhas sendo abertas", disparou o intrometidinho. O que me queimou foram "latinhas sendo abertas", coisa de pobre, eu jamais bebo nada que venha em latas (hahahahahaha).

Sem nos bandearmos para o lado da falta de respeito com a vizinhança (vide o caso da boate Chama), e admitindo que, sim, fazíamos certa fuzarquinha, o que raios tem a ver o tal do chilenito para nos interpelar por nossas latinhas abertas? Ó, faça-me o favor... faltou apenas perguntar exatamente O QUE conversávamos, o curioso sem-noção. Antipatia à primeira vista, manja?



E por falarmos em privacidade, descobri algo maravilhoso em minhas incursões orkutianas. Bloqueei qualquer espécie de contato com gente estranha e esquisita que fuça lá pelas minhas paradas. Para ver meu belo e sorridente rostinho nas fotos do álbum, só sendo "amigo". Para fuçar os scraps, too. Mas que coisa mais legal que é este Orkut, não é mesmo, minha gente? Viva!



Ok, hoje o dia está meio fraco de novidades. Volto em breve, com mais news. Beijos e abraços a todos,



Cíntia T.



Ahá! Mas não pense que esqueci, nordestininha arretada. Feliz aniversário para minha queridíssima amiga, vinda da exótica terra do boi voador, do suco de cajá e das ladeiras vertiginosas. G. girl, que voltou a Shark city de mãos abanando, sem a minha galinha d´Angola e meu lampiãozinho, saiba que mesmo assim ainda te queremos muito bem (eu e marido). Felicidades mil!

Um comentário:

John disse...

Adoroooo!!!
hahahahaha