8.1.07

Notinhas do dia-a-dia

  • Faltam sete dias, uma semaninha apenas, para minhas tão esperadas férias de verão. Este ano (ano passado, sei lá) eu fui pooodre de chique, tirei DUAS férias em menos de quatro meses, uma em setembro/outubro, e agora estas, janeiro/fevereiro. Argh, não me agüento de tanta satisfação... Roteiro básico? Praia, obviously, que eu quero é sol, mar e camarões. E quem paga a conta? Não olhe para mim...
  • Nas próximas semanas uma série de eventos familiares badalados irão tomar conta de minha atribulada agenda. Uma formatura, um casamento (não o meu, dãhhhhhh, o do meu cunhado Dieguinho com a Regininha), talvez um Carnaval (Caetano me olhará atravessado e fará um muxoxo com sua linda boquinha), e possivelmente (eu espero) uma mega-festa hiper-chique de uma poderosa jornalista, colunista social da região, na qual eu serei convidada de honra, hohoho... O que é bom nisto tudo? É poder sair por aí e escolher alguns modelitos bem básicos para as ocasiões todas sem ter aquela doooor insuportável provocada pela futilidade, pela consciência e pela falta da necessidade real de consumo, understand? Não, nem eu.
  • Germana girl diz que voltou de Récife e ostenta, exibida, um bronzeado avassalador de queimar as retinas. Eu desconfio de tudo. Acho mesmo é que a moça estava era tostando seu corpinho em terras carboníferas... sei não.
  • Charlotte girl deu sinal de vida. Afinal de contas, depois de semanas de ausência e silêncio, soube que a morena-jambo não foi de fato devorada por um morcego sangüinário e cheio de más intenções. A paulistinha mais amada da Cidade Azul conta que badalou o Réveillon na paradisíaca Garopaba. Fofocas mais quentes, depois...
  • E nesta semana, após séculos de vida totalmente abstêmia, tudo leva a crer que rolará um Laio dos bons. Para iniciar as férias com o pé direito (bom, depois de algumas cervejas fica difícil identificar o direito do esquerdo, mas tudo bem).
  • Me tornei uma exímia cozinheira especializadíssima em pratos árabes. Quibes de todos os tipos desfilam pela minha cozinha. É tão bom sonhar (e fingir) que somos talentosas em todos os setores da vida, inclusive naqueles mais complicados para mulheres da minha geração, não é mesmo? Só me falta agora aprender a pregar um botão! (by Cíntia T.)

2 comentários:

Miche disse...

Bom, vamos aos comments em tópicos tbem...rs (adoro isso...)
1. Férias a partir de segunda então, né? Justamente quando eu estarei voltando pro tronco... tudo bem, vai lá, abandona o proletariado...
2. Como assim mega-festa hiper-chique de uma poderosa jornalista, colunista social da região??? De quem tu tá falando, ô convidada de honra??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Putz, acabei de me lembrar que tbem preciso de um modelito bárbaro para a ocasião... ai, ai, ai.
3.O que Germana Girl está ostentando (e que eu ainda não vi) não é um bronzeado recifense. É carvão entranhado na pele mesmoooooo.
4. Me recuso a fazer comentários sobre a volta ao Laios. kkkkkkkkk
5. Como assim especialista em comida árabe???? Eu querooooooooooo. Trata de levar quibe pra eu comer no meu lanche básico de todas as tardes!!!!

Beijos

Anônimo disse...

Dona Cíntia, aproveite suas tão esperadas férias.

Stella, vê se escreve mais, muié do céu.

É isso.

Fiquem bem, meninas. ;-)