29.6.08

Cidadã

São os R$ 20 mais fáceis do mundo. O cara do exame demissional (ou admissional, para os felizardos) carimba seu documento que atesta, para os devidos fins, que você não adquiriu nenhuma moléstia durante os anos de serviço prestados à sua (ex) empresa.
Aí ele te entrega o papel carimbado e - achei curioso - te deseja boa sorte. Aí era aquela filinha de desempregados (ou recém-admitidos) na porta da sala do cara (que é médico, haha) e ele dizendo, intermitente: bom-dia, boa sorte; bom-dia, boa sorte; bom-dia, boa sorte...

O próximo passo é fazer o "cartão do cidadão". Há! Se há um ponto positivo em tudo isto? Com fgts, saída, salários, blablabla, tornei-me uma mulher riquinha. Paris está logo ali, bem mais próxima...

Um comentário:

Guilherme Corrêa disse...

qualquer coisa, sempre tem a Madri!
;)
Bjao